Carta de PORTO ALEGRE 2018



Nós, agentes da Pastoral da Aids, vindos de 20 estados do Brasil, participantes do VIII Seminário Nacional de Incidência Política, realizado de 03 a 05 de agosto de 2018, em Porto Alegre/RS, preocupados com os rumos que está tomando nosso país, debruçamo-nos, com ajuda de pesquisadores, intelectuais e militantes, sobre o atual momento pelo qual passa nossa sociedade e queremos compartilhar com nossos irmãos e irmãs de fé, com os membros de outras comunidades religiosas, com os participantes dos movimentos sociais e com todos os que defendem uma sociedade justa, igualitária e inclusiva, nossas preocupações e compromissos, conscientes de que o tempo presente é tempo de resistência. 

Clique aqui e leia a CARTA DE PORTO ALEGRE 2018.

Igreja Católica promove VIII Seminário Nacional de Incidência Política


Interessada em discutir seu papel e contribuição política no atual momento histórico que o Brasil atravessa, a Casa Fonte Colombo, Instituição mantida pelos Freis Capuchinhos, em parceira com a Pastoral da Aids, CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e com apoio do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, HIV/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, realizará o VIII Seminário Nacional de Incidência Política, de 03 a 05 de agosto de 2018, em Porto Alegre (RS). 
A cerimônia de abertura ocorrerá sexta-feira, dia 03, às 14h, no Salão de Atos da Casa de Oração São João da Cruz – Freis Carmelitas - Rua Professor Oscar Pereira, 5119. São esperados 100 agentes da Pastoral da Aids e integrantes de Pastorais, profissionais de saúde e gestores de diversos municípios que representarão 20 Estados do Brasil. Com o objetivo de qualificar lideranças que participam nas instâncias de controle social, de forma especial, os membros que participam nos Conselhos de Saúde ou coordenam ações pastorais nas Dioceses do Brasil, pelo oitavo ano consecutivo, a Casa Fonte Colombo, promove, em parceria com a Pastoral da Aids, o Seminário Nacional de Incidência Política. 
Este ano o Seminário traz o tema: “Que País é esse?”, uma tentativa de compreender o momento atual do Brasil e os possíveis rumos que se desenham com o atual cenário político.  O evento conta com a assessoria de palestrantes renomados, como Cesar Goes, sociólogo e professor na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc); Marcelo Kunrath Silva, sociólogo, pós-doutor pela Brown University (EUA) e professor na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Doutor Ivo Brito, colaborador da Área de Ações Estratégicas do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde; e o exGovernador do Estado do Rio Grande do Sul e ex-Ministro das Cidades, senhor Olívio de Oliveira Dutra. Pretende-se abrir um canal de diálogo e entendimento com a finalidade de decidir estratégias para a atuação pastoral e defender os interesses e direitos das populações mais pobres e vulneráveis, em especial os portadores de HIV e as conquistas do enfrentamento da Aids no Brasil.  
Como resultado do VIII Seminário será elaborado um documento/recomendação, com a participação dos representantes dos 17 regionais da CNBB, que levarão para divulgar em seus municípios e em todas as instâncias da Igreja Católica.  
Contatos para entrevista:  Frei Luiz Carlos Lunardi (51-992719143) - Coordenador da Pastoral da Aids - Regional Sul 3 da CNBB Frei José Bernardi (51-991565248) - Casa Fonte Colombo. 

XV Seminário Nacional de Prevenção ao HIV


Promover a prevenção, garantindo o cuidado!
XV Seminário Nacional de Prevenção ao HIV

Rio de Janeiro/RJ, 20 a 22 de outubro 2017


O XV Seminário Nacional de Prevenção ao HIV será realizado de 20 a 22 de outubro de 2017, no CEFEC-Centro de Formação e Espiritualidade Cabriniana - Rua Conde de Bonfim, 1305 - Tijuca – Rio de Janeiro/RJ com o tema “Promover a prevenção, garantindo o cuidado”. A 15ª edição do seminário é promovida pela Pastoral da Aids com o objetivo de analisar a atual conjuntura do enfrentamento da Aids no Brasil observando a promoção da prevenção combinada rumo a meta 90-90-90, garantia do tratamento humanizado pelo SUS e o cuidado integral da pessoa humana.
Vivemos um cenário mundial dinâmico em que, 19,5 milhões dos 36,7 milhões de pessoas vivendo com HIV tiveram acesso ao tratamento e mortes relacionadas à AIDS caíram de 1,9 milhão em 2005 para 1 milhão até o final de 2016. Segundo o relatório, “Acabando com a AIDS: progresso rumo às metas 90–90–90”, disponibilizado pelo Programa das Nações Unidas sobre HIV – UNAIDS, em 2016, mais de dois terços (70%) das pessoas vivendo com HIV conhecem seu estado sorológico positivo. Das pessoas diagnosticadas HIV positivas, 77% têm acesso ao tratamento, e das pessoas com acesso ao tratamento, 82% têm carga viral indetectável devido a adesão da prevenção combinada, protegendo sua saúde e ajudando a prevenir a transmissão por do vírus. Globalmente, o progresso tem sido significativo, mas ainda há muito trabalho a ser feito. Cerca de 30% das pessoas vivendo com HIV ainda não conhecem o seu estado sorológico positivo, 17,1 milhões de pessoas vivendo com HIV não têm acesso à terapia antirretroviral e mais de metade de todas as pessoas que vivem com HIV não tem carga viral indetectável.
Segundo o site da Agência Brasil, o Ministério da Saúde estima que 827 mil pessoas vivem com HIV/aids no Brasil até 2016. Dessas, cerca de 112 mil não sabem que estão infectados. E do total dessas pessoas soropositivas, 372 mil ainda não estão em tratamento, apesar de 260 mil delas já saberem que estão infectadas.

O Papa Francisco chama a atenção para o cuidado de nossa casa comum e a necessidade de uma conversão integral. “As atitudes que dificultam encontrar caminhos de solução, mesmo entre os crentes, vão desde a negação do problema à indiferença, da resignação acomodada à confiança cega nas soluções técnicas. Precisamos de uma nova solidariedade universal”. Deste modo o sumo Pontífice nos aponta caminhos para vencer os desafios que ameaçam a vida e nos fortalece na garantia do cuidado. 

Peças Publicitárias da Campanha do Dia Mundial de luta contra a aids da CNBB

















Seguem os links para realizar download das peças publicitárias da Campanha do Dia Mundial de Luta contra Aids da CNBB. 

Release Imprensa, clique aqui https://1drv.ms/b/s!AtpIO5Gp80jbhisFV9uPXTz0Jo6p

1.       Para baixar e salvar o Folheto e Cartaz da Fafá de Belém, clique aqui https://1drv.ms/f/s!AtpIO5Gp80jbhiJcrQ9y1ewsHXhR  

2.       Para baixar e salvar o VT para televisão  Fafá de Belém, clique aqui https://1drv.ms/v/s!AtpIO5Gp80jbhiD0OQyza8Mew4zk  

3.       Para baixar e salvar os Spots de Rádio  Fafá de Belém, clique aqui https://1drv.ms/f/s!AtpIO5Gp80jbhiVoYHkWh77kao1W  

4.       Para baixar e salvar os Vídeos para internet Fafá de Belém, clique aqui https://1drv.ms/f/s!AtpIO5Gp80jbhiaf-GdiUOtcwY12  

5.       Para baixar e salvar os Vídeos para whatsapp Fafá de Belém, clique aqui https://1drv.ms/f/s!AtpIO5Gp80jbhimW53kJNDJPtHdM

6.       Para baixar e salvar a Capa para facebook da Fafá de Belém, clique aqui https://1drv.ms/i/s!AtpIO5Gp80jbhhyeEnAnRoKK1cb3

7.       Para baixar e salvar os Vídeos do Bispo Presidente e dos coordenadores regionais da Pastoral da Aids, clique aqui https://1drv.ms/f/s!AtpIO5Gp80jbhircg83OIMWJlNMB   (após baixado, abra em Windows media player)


Mais informações: Frei Luiz Carlos Lunardi, assessor Nacional da Pastoral da Aids, 51-992719143 e Frei José Bernardi, Secretário Executivo, 51-991565248.

Transmissão, ao vivo, do lançamento da Campanha

Assista, ao vivo, a transmissão do lançamento da Campanha do Dia Mundial de Luta contra Aids da CNBB http://mediacenter.aids.gov.br/ 

A solenidade de lançamento da campanha será realizada no dia 29 de novembro de 2016, às 10h, na sede da CNBB, localizada no Setor de Embaixadas Sul, Quadra 801, Conjunto B, em Brasília-DF.

Lançamento Campanha Dia Mundial de Luta contra a aids


Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB em parceria com o Departamento das IST, HIV/Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde lança campanha de incentivo ao tratamento das pessoas que se descobrem portadoras do HIV. A campanha será realizada pelos agentes da Pastoral da Aids e de outras pastorais nas dioceses do Brasil, a partir do dia Primeiro de Dezembro, Dia Mundial de Luta contra a Aids. 

A solenidade de lançamento da campanha será realizada no dia 29 de novembro de 2016, às 10h, na sede da CNBB, localizada no Setor de Embaixadas Sul, Quadra 801, Conjunto B, em Brasília-DF
Contará com a presença do Ministro da Saúde, Sr. Ricardo Barros, da Diretora do Departamento das IST, HIV/Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Vigilância em Saúde, Dra. Adele Benzaken, do Secretário Geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, do novo assessor da Pastoral da Aids, Pe. Mauro Marçal e da nova Secretária Executiva da Pastoral da Aids, Ana Carolina Barbosa, além de representantes das Pastorais envolvidas, e autoridades governamentais. 
A campanha tem como principais objetivos sensibilizar a população para buscar o diagnóstico precoce para o HIV; e acompanhar e apoiar as pessoas que se descobrem portadoras do HIV na realização do tratamento precoce, para evitar o adoecimento e ter uma melhor qualidade de vida. 

Serviço 
Evento: Lançamento da campanha do Dia Mundial de Luta contra Aids 
Data: 29 de novembro de 2016 
Horário: 10h 
Local: CNBB - Setor de Embaixadas Sul, Quadra 801, Conjunto B, em Brasília-DF 

Atendimento à imprensa: 
Frei Luiz Carlos Lunardi - Assessor Pastoral da Aids - CNBB - 51 992719143

Frei José Bernardi - Sec. Executivo Pastoral da Aids - CNBB - 51 991565248
O Blog da Pastoral do Regional Leste 2 de Minas Gerais, tem como objetivo dar visibilidade às práticas pastorais dos agentes nas dioceses, paróquias e comunidades.
Quer ser também um espaço de partilha de informações, textos, artigos e iniciativas da Pastoral local no enfrentamento da epidemia do HIV/Aids.
HISTÓRICO BLOG

A Pastoral da Aids do Regional Leste 2 MG é um serviço da Igreja que atua no enfrentamento da epidemia do HIV. É o cristão capacitado e comprometido no trabalho de prevenção e acompanhamento das pessoas que vivem com Aids. É a Igreja comprometida para que a vida prevaleça, segundo o ensinamento de Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida”.

MISSÃO: Em comunhão com a igreja, evangelizar homens e mulheres e atenta às necessidades das pessoas que vivem com HIV, trabalhar na prevenção e contribuir com a sociedade no controle da epidemia, envolvendo todos os cristãos na luta contra a Aids.

COMPROMISSO: “Consideramos de grande prioridade fomentar uma pastoral com pessoas que vivem com o HIV - Aids, em seu amplo contexto e em seus significados pastorais: que promova o acompanhamento compreensivo, misericordioso e a defesa dos direitos das pessoas infectadas; que implemente a informação, promova a educação e a prevenção, com critérios éticos, principalmente entre as novas gerações para que desperte a consciência de todos para conter a pandemia. A partir desta V Conferência pedimos aos governos o acesso gratuito e universal aos medicamentos para a Aids e a doses oportunas” (Documento de Aparecida, 421).

Linhas de Ação:

01 - Mística e Espiritualidade
  • Formação continuada dos agentes
  • Elaboração de subsídios formativos para o cuidado da animação das equipes
  • Realização da Vigília pelos Mortos de Aids

02 -Prevenção

  • Campanhas informativas
  • Capacitação de novos agentes
  • Elaboração de material informativo
  • Presença em Romarias e eventos de massa para conscientizar os cristãos da realidade da Aids.

03 - Acolhida e Solidariedade

  • Criação de Grupos de apoio e convivência
  • Acompanhamento a pessoas que vivem com HIV/Aids através de visitas domiciliares e hospitalares
  • Apoio a centros de convivência
  • Apoio às famílias das pessoas que vivem com HIV/Aids


04 - Articulação e Parcerias

  • Participação nas articulações pastorais em vista da pastoral de conjunto
    Intercâmbio com outras redes, Ongs
  • Participar e colaborar na organização de manifestações no Dia Mundial de luta contra a Aids

05 - Incidência política

  • Formação dos agentes para que sejam capazes de demandar políticas públicas
  • Participação nas instâncias de controle social
  • Defesa dos direitos das pessoas que vivem e convivem com HIV/Aids
  • Defender o acesso universal ao tratamento (medicamentos, consultas, exames, outros insumos)

Materiais de formação e informação

  • Boletim – edição trimestral
  • Folhetos e Cartazes
  • Guia do Agente da Pastoral
  • Livros: - Viu e teve compaixão...
    - Igreja e Aids: Presença e Resposta
    - Vulnerabilidade Social e Aids
    - Igreja e Aids: Muito além do Amor

Se você quiser contribuir com o Blog escreva para:
leste2mg@pastoralaids.org (Nilson Silva).

Para ter acesso a esses materiais, entre em contato com a

Secretaria Nacional secretaria@pastoralaids.org.br